Krav Maga: o cardio de moda | Cardio

Nos Estados Unidos, começou a ser praticado nos anos 80, embora não se expandiu até os 90, mas ultimamente tem se consolidado como um valor seguro, tanto para treinos como para a defesa pessoal. O melhor que tem Krav Maga é que, além de aprender defesa pessoal, exercita todos os músculos do seu corpo, já que trabalham-se todas as distâncias de pé, de joelhos ou no chão.

Combine-o com o seu treino

Se você vai ao ginásio, faça-o antes de as aulas de auto-defesa, e não o contrário, já que se gasta muita energia, é liberada muito estresse, e não terá forças para mais nada. Se você pode combinar (por exemplo: segunda, terça e quarta-feira de Krav Maga e quinta-feira e sexta-feira ginásio), melhor.

Treina no elevador

A intenção deste sistema de auto-proteção é se aproximar o máximo possível de uma situação real. Por isso, mesmo que se pratique em uma sala de aula com roupa confortável, uma vez por mês, alunos e instrutores saem à rua para praticar em cenários de verdade. Se escolhem locais como parque de estacionamento e um elevador. O objetivo é que os alunos observem o incômodo de levar cerca de ganga e ter que reagir rapidamente.

O manual completo de Krav Maga, de John Whitman e Darren Levine, edições Tutor é o melhor guia sobre esta disciplina que você pode encontrar em português. Você também pode consultar o site www.kravmagabcn.com ou www.kravmaga.es.

Exercícios para iniciar

Para todos os exercícios, faça 2 séries de 45 segundos, parando 15 para recuperar.

Exercício 1: Chute frontal do neutro e agachamento

Posição inicial: Guarda neutra e pés à largura dos ombros. Adianta joelho direito. Com o joelho elevado, lança diretamente para a frente, o pé, a perna e o quadril. Bate com a base do pé (metatarso). Ao recolher, realiza um agachamento.

Exercício 2: Chute para trás e saltos do agachamento

Posição inicial: Guarda neutra e pés à largura dos ombros. Inicia um pontapé para trás, recolhe o teu joelho direito diante de ti, e, em seguida, lança-se para trás com o pé direito, estabelece contato com o seu calcanhar. Ao fazer contato com o chão, desce para a posição de meia agachamento e explodir para cima, tentando alcançar a maior altura possível.

Exercício 3: Diretos e tesoura

Posição inicial: Posição de combate, com a perna esquerda para a frente.
1. Soco direto de esquerda: impúlsate com a perna traseira, estende a frente acompañándote do ombro e do quadril, para ter mais potência.
2. Soco direto de direita: faça o mesmo com o punho direito.
3. Tesouras estáticas. a coluna reta e o joelho não deve ultrapassar a ponta do pé adiantado.

Exercício 4: Abdominais superiores e diretos

Posição inicial: Deitado de barriga para cima (de ulna supino) com os joelhos flexionados, planta dos pés apoiadas no solo e as mãos em posição de combate. Inspira-se e, durante a exalação, levanta os ombros e a parte superior do solo para os joelhos. Quando atingir a posição mais alta, lança dois diretos, rodando para a frente dos ombros e baixa.

Exercício 5: Placas de seios e diretos

Posição inicial:de frente para o solo, braços esticados, as mãos separadas em um comprimento maior que a largura dos ombros e os pés juntos. Inspira e flexiona os cotovelos para levar a caixa torácica perto do chão; ao esticar outra vez os braços lança um direto e reto.

Comments are closed.

Post Navigation